Seletiva Monbusho – 1a fase: Provas de Línguas [Pt]

Uma semana depois do fim do prazo para inscrição, 6 de junho, foi o dia de fazer as provas de línguas.

 Pelas regras, a prova de inglês é obrigatória para todos, e a de japonês é optativa. Mesmo por que, a maior nota entre as duas seria a única considerada. Não sei até onde isso realmente procede. Com certeza o projeto da pessoa é levado em conta ao se considerar a nota de corte, pois alguém que quer pesquisar, por exemplo, direito ou literatura japonesa não poderia ir lá sem saber nada de japonês.

A prova foi na Escola Modelo de Língua Japonesa. Reconheci uma das pessoas que aplicou a prova como sendo a Marta, que participou da palestra explicativa. Contei 40 pessoas na prova de inglês. Alguns rostos conhecidos de eventos de anime e das aulas de japonês. Tivemos uma hora para resolver a prova. Estava no mesmo modelo e no mesmo nível que as provas dos anos passados. Achei fácil, mas teve alguns itens duvidosos. Enfim, ainda não recebi a nota para dizer como fui com certeza. Mas me sentia confiante com o resultado.

Desses 40, mais ou menos 15 ficaram para fazer a prova de japonês. A prova era totalmente diferente da prova do ano passado. Em 2010, a prova tinha somente itens de múltipla escolha, sendo todas de interpretação de texto e sem nenhum furigana. Em 2011 a prova para a bolsa era dividida em 3 níveis, básico (100 pontos), intermediário (100 pontos) e avançado (100 pontos), podendo-se somar 300 pontos na prova inteira. Achei o modelo muito bom, sendo que era só resolver o que se sabe. Fiz boa parte do nível básico, um terço do intermediário e um pouquinho do avançado. Não faço idéia de como fui.

A informação que recebemos no dia da prova é que até o dia 14 de junho (ou seja, em uma semana), apenas os aprovados receberiam uma ligação, confirmando que eles passaram na prova de línguas, logo estariam selecionados para a próxima fase: a entrevista. As notas seriam enviadas por email dentro de um mês.

14 de junho foi uma terça-feira que eu passei na expectativa o dia inteiro, planejando ligar para a Embaixada e confirmar se fui eliminada se não recebesse a ligação até o fim da tarde. No momento em que parei de pensar isso para ajudar o meu namorado a fazer contas e planejar uma compra parcelada, mais ou menos as 16 horas, recebi a ligação, confirmando a data e horário para a entrevista.

Então todos os problemas pareceram menores.

Comente:

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s